terça-feira

Terra à tona

.
testemunhei o tédio
................do tido
tentando ter
.......o tudo
......do todo
.
...........entreguei o estado
.....................de atração
.........................ao tato
.
temi o estupro do contato

..... .o terror do tapa
..... .o tino do tiro curto
. .....a tensão do tesão que ataca
.
Cartas
Telúricas
No teto
.
.............Atenas Tracking –
..................tua terceira
.............terra espetáculo

5 comentários:

Zé(d's) disse...

está excelente. saudades daqui

Minina disse...

principalmente, gostei d ver o poema. as curvas... gosto mto d curvas.

é como se a gente fizesse um esforço enorme pra deixar tudo d acordo, e no fim, fica td assim, meio troncho... rsrsrsr sem sentido.

um bjo.

restaum disse...

essa é a porva do chineis
a porva que fura o pano
a porva que bria no céu de fuligem
a porva viva que que meu time ganhou ou a droga chegou

abraços!

Victor Meira disse...

Ah nego, essa teve um gosto a mais. Tensa e sincera, curta e completa, toda verdade, toda honestidade.

Uma besterinha me incomodou na ultima estrofe: achei o "tua" de "tua terceira" meio incômodo. Isso no som. Só.

Bêjo pra você, meu nego!

compulsão diária disse...

Ufa! Que bom, como uma trepada num beco rs

crédito do desenho no cabeçalho: dos meses duro, nanquim sobre papel, 2010 Philippe Bacana